Noticias

Moraes libera salário de comandante de operações da PMDF preso pelo 8 de janeiro

No dia 3 de janeiro, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) volte a pagar o salário integral do ex-comandante de Operações da corporação Jorge Eduardo Naime.

A decisão determinou que a PMDF pague o salário retroativo de dezembro de 2023 e, mensalmente, a partir de janeiro de 2024. Moraes contrariou também a recomendação da Procuradoria-Geral da República (PGR), que havia recomendado o desbloqueio de apenas 70% do salário.

Moraes libera salário de comandante de operações da PMDF preso pelo 8 de janeiro
Foto: Vinícius Schmidt/Metrópoles

Leia mais:

Policial surta, atira em colega dentro de viatura e tira a própria vida

Caso Marcelinho Carioca: polícia pede prisão de 10 suspeitos pelo sequestro do ex-jogador

Defesa de comandante pedirá salário suspenso de quatro meses

Em novembro de 2023, a PGR recomendou que Naime e mais seis militares da PMDF tivessem 30% dos bens bloqueados e que os outros 70% fossem liberados para o sustento de suas respectivas famílias.

A defesa de Naime, entretanto, pede o retroativo desde agosto de 2023, quando os investigados tiveram suas contas bloqueadas. Os advogados do ex-comandante da PMDF devem entrar, na próxima semana, com um recurso pedindo o pagamento dos quatro meses em que o salário estava suspenso.

Fonte: Metrópoles

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo