- Publicidade -

Morre advogada que se formou e atuou no primeiro júri aos 97 anos

- Publicidade -

A advogada Chames Rolim, famosa por se formar em Direito e atuar no primeiro Júri aos 97 anos, morreu com 103 anos de idade na última segunda-feira (12/04), na cidade de Ipatinga (MG).

- Publicidade -

Primeiro júri aos 97 anos

Chames participou da sua primeira defesa no Tribunal do Júri, atuando em favor de um réu que foi acusado de ser o mandante da morte do pai. O rapaz foi absolvido.

Na época do caso, Chames afirmou:

Eu sempre achei o Direito muito bonito, conhecer o que é certo e o que é errado, para saber agir. Eu tenho o maior prazer de ter participado desse júri, eu não esperava tanto. Jamais pensei em galgar uma escada tão alta.

- Publicidade -

Sua filha, Cherrine Rolim, disse à época da formatura que Chames sempre foi uma mulher de visão, mas seus estudos eram impedidos pelo pai conservador, que nunca a deixou se dedicar à vida acadêmica:

Mamãe sempre gostou muito de conversar, sempre teve facilidade para se comunicar, mas meu papai, que era fazendeiro, farmacêutico e retraído, sempre puxava ela para trás, nunca a deixou estudar. Depois que ele faleceu, passados alguns anos, sentindo algum vazio na vida, ela pensou em fazer a faculdade de Direito.

- Publicidade -

O velório foi realizado em Ipatinga na última terça-feira (13/04) e teve a duração abreviada em virtude da pandemia da Covid-19.

*Esta notícia não reflete, necessariamente, o posicionamento do Canal Ciências Criminais

Leia mais:

- Publicidade -

Saiba como aumentar a chance de revogar uma prisão


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais