- Publicidade -

Mulher que atingiu artéria femoral da companheira com faca vai a júri

- Publicidade -

Uma mulher de 54 anos, irá a júri popular nesta segunda-feira (16), em sessão presidida da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri da comarca de Goiânia.

- Publicidade -

Ela é acusada de matar com um golpe de faca a companheira, Irineuza Aparecida. O crime aconteceu na madrugada do dia 22 de julho de 2018.

Segundo informações da denúncia, a acusada e vítima moravam juntas, em regime de união estável, e eram usuárias de droga.

O Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) narrou na denúncia que, na noite dos fatos criminosos, as mulheres ficaram sem as drogas e a abstinência das substâncias ilícitas teria provocado uma crise nervosa na vítima. Assim, ela teria se tornado agressiva e entrado em luta corporal com a companheira. Em seguida, a denunciada atingiu a companheira com um golpe de faca na coxa esquerda.

De acordo com o laudo cadavérico, a faca atingiu a artéria femoral provocando grande sangramento na vítima. A hemorragia causou o óbito.

- Publicidade -

- Publicidade -

Ainda segundo a peça acusatória, muito embora tenha percebido a gravidade do ferimento da companheira, a ré se absteve de prestar socorro à vítima. Tão somente na manhã seguinte, a ré teria solicitado ajuda ao vizinho, com quem deixou a faca utilizada no crime, que foi posteriormente apreendida pelas autoridades policiais.

Leia também

DJ Ivis vira réu pelas agressões cometidas contra ex-mulher

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais