NoticiasCriminologiaDireito Penal de Trânsito

Multa do bafômetro: 3 curiosidades que podem te salvar de uma dor de cabeça (e no bolso!)

Desvendando a multa do bafômetro: 3 fatos cruciais que todo motorista deve conhecer

Você já se perguntou sobre as implicações e curiosidades por trás da multa do bafômetro? Aqui estão três fatos cruciais que podem evitar uma grande dor de cabeça (e no bolso!) para você:

bafômetro
Imagem: reprodução/ Jusbrasil

LEIA MAIS:

Golpe do iPhone: Estelionatário usa anúncios falsos nas redes sociais para vender celulares e lesar compradores desavisados

Você sabia que não é a primeira vez que levam alguém morto ao banco? Relembre outro caso

Valor da multa e reincidência: uma baita dor de cabeça (e no bolso!)

O primeiro ponto que chama a atenção é o valor da multa por recusar o bafômetro. Prepare-se para o susto: R$ 2.934,70, e pode dobrar para reincidentes! Essa penalidade pesada, equivalente ao preço de um belo notebook ou até uma TV de última geração, vem acompanhada da suspensão da CNH por um ano, impossibilitando até mesmo atividades essenciais do dia a dia, como levar os filhos à escola.

Existe um truque para reduzir o valor: pagar com 40% de desconto. No entanto, ao optar por essa opção, você abre mão do direito de defesa, perdendo a chance de contestar a infração.

Presunção de embriaguez: nem sempre o bafômetro é necessário para a multa

Engana-se quem pensa que só o bafômetro pode render uma multa. Se os agentes de trânsito observarem sinais de embriaguez, como olhos vermelhos, fala alterada ou odor de álcool, você pode ser autuado mesmo sem soprar o bafômetro. Essa infração também é gravíssima, acarretando na suspensão da CNH e, em casos mais graves, resultando em processo criminal.

Recurso contra a multa do bafômetro: sua chance de anular a penalidade

Recebeu uma multa do bafômetro? Não entre em pânico! Você tem o direito de se defender e contestar a multa. Procure um profissional especializado em recursos de trânsito e invista em um processo completo. Embora possa levar até três anos para uma resolução final, vale a pena: sua CNH permanece ativa durante todo o processo, permitindo que você a renove ou emita uma segunda via sem problemas.

Lembre-se sempre: dirigir sob a influência de álcool é um crime e coloca em risco a vida de todos. Beba com moderação, utilize transporte alternativo ou designe um motorista da rodada. Sua segurança e a dos outros não têm preço!

Com essas informações, você pode se proteger e evitar dores de cabeça causadas pela multa do bafômetro. Não se esqueça de compartilhar esses conhecimentos com amigos e familiares para promover a segurança no trânsito para todos.

bafômetro
Imagem: reprodução/ Gringo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo