- Publicidade -

O trabalho hercúleo que cabe à jovem advocacia criminal

- Publicidade -

Por Élio Ricardo Miranda Azevedo. Hércules, filho de Zeus com uma mortal, como nos conta e, pelo menos a muitos encanta, a mitologia grega, foi o mais célebre de todos os semideuses. Afamado por conta de sua descomunal coragem e bravura, próprios àqueles que se aventuram na advocacia criminal, pôs-se à submissão de tarefas, ou melhor, de trabalhos, que por bem realizá-los acabou por consagrá-lo como um verdadeiro herói.

- Publicidade -

Foram muitas as suas façanhas, 12 (doze) para sermos exatos. Grandiosos feitos considerados praticamente impossíveis de serem realizados e que tinham, em verdade, como precípuo objeto e desejo de seu primo, o Rei Eristeu, a sua morte.

Talvez um de seus mais conhecidos feitos tenha sido a imposição de exterminar um gigantesco leão, que após devorar alguns homens acaba por desenvolver verdadeiro apreço pela carne humana. Importante destacar, reza a história, que seu couro era invulnerável a armas tradicionais.

A Hércules outro caminho não restou senão ir à busca da besta-fera até uma caverna onde o sanguinário leão se escondia. Avistando-o, trata de disparar-lhe uma flecha à cabeça ricocheteando sem causar-lhe qualquer dano. Furioso, seguido a um estrondoso rugido, parte ao ataque de Hércules, expondo suas poderosas garras.

Percebendo que suas armas são inúteis, Hércules parte para o combate corpo a corpo com o leão resistindo à dor lancinante das garras em si entranhadas, envolvendo o pescoço do animal com seus poderosos braços, dando início ao estrangulamento mortal do feroz leão fazendo-o então sucumbir.

- Publicidade -

Hércules retorna à cidade, à presença de seu invejoso primo, coberto com a pele do animal e assim completa seu primeiro trabalho. Destarte, nesta mesma ou em ainda piores condições, sucederam-se seus demais trabalhos, um a um.

O Rei, furioso por não conseguir livrar-se de Hércules, e cada vez mais frustrado posto que a cada trabalho realizado este acabava por acumular ainda mais glórias, decide impor-lhe um trabalho deveras degradante, absolutamente indigno a um filho de Zeus.

Hércules deveria limpar, num único dia, o grande estábulo do Rei Augias, que se encontrava sujo há mais de 30 (trinta) anos, onde se acumulavam toneladas de esterco. Acreditava o rei que, além da dificuldade da tarefa, bem como de seu caráter indigno a um herói, Hércules se recusaria a realizá-lo fazendo com que sua reputação caísse por terra. O herói, contudo, humildemente, se curva aos desejos do rei e parte para o reino de Augias apresentando-se ao correlato rei para limpar seu estábulo.

Em seguida foi-lhe entregue uma pá que, imediatamente, restou colocada de lado. Ato contínuo Hércules segue em direção ao Rio Alfeu e usando sua força descomunal começa a arremessar grandes rochas ao leito desviando seu curso em direção ao estábulo de Augias fazendo com que as águas do rio atravessassem as portas do estábulo levando consigo toda a imundice, SEM QUE HÉRCULES EM MOMENTO ALGUM VIESSE A SUJAR SUAS MÃOS.

- Publicidade -

Quer-se dizer com isso, tão somente, que se deve e é plenamente possível usar da força com inteligência. Quer-se dizer com isso que, quando confundido que ao advogado criminal cabe defender o direito e não o crime, que quando ainda lhe sejam associados ao seu mister as agruras de quem defende, ELE NUNCA DEVERÁ DEIXAR-SE SUJAR AS MÃOS.

- Publicidade -

Jovem advocacia criminal

A nenhum advogado criminal, ou melhor, a nenhum advogado, muito menos ao jovem advogado e menos ainda à jovem advocacia criminal, como andamos vendo em âmbito nacional, ainda que não percebam (ainda), que vêm sendo vítimas de verdadeiros desserviços à honrosa e honorária profissão de advogado, deixando-se sucumbir às falsas demonstrações do “sucesso”, a achar que as coisas “caem do céu” ou, até mesmo, em achar que a advocacia é esse “Toddynho geladinho”, misturar-se-ão àqueles que farelo comem.

Realizem seu mister, desenvolvam seus trabalhos, matem seus leões, entrem para a história, limpem todas as sujeiras, MAS NÃO SE MISTUREM A ELAS. NUNCA SUJEM SUAS MÃOS.

Leia mais:

Advogado é detido, agredido e tem carteira da OAB quebrada em presídio


- Publicidade -

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais