- Publicidade -

Operação Balada: organização criminosa enviou 500 fuzis para o Rio de Janeiro

- Publicidade -

As investigações da Polícia Federal (PF) apontam que pelo menos 500 fuzis chegaram ao Complexo da Maré, que fica no Rio de janeiro, nos últimos dois anos. As armas saíam de Ponta Porã, na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai, passando por Minas Gerais, até a cidade carioca por de meio de carros de passeio.

- Publicidade -

Na quinta-feira (05), a PF deflagrou a Operação Balada, em Uberlândia/MG, com objetivo de desarticular organização criminosa especializada em tráfico de drogas. Há suspeita de fabricação de 11 toneladas de cocaína pela organização.

Além disso, a organização alvo da operação fornecia armas a grupos de roubos a banco em Minas Gerais e a facções criminosas no Rio de Janeiro. A ação mobilizou 850 agentes e 247 mandados de prisão foram expedidos.

O delegado Renato Beni da Silva explicou o esquema da seguinte forma:

O grupo sediado em Uberlândia já atuava há vários anos na movimentação do armamento. Eles adquiriam em Ponta Porã (MS), levavam para Uberlândia e faziam uma remessa, pelo menos mensalmente, para o Rio de Janeiro, onde repassavam essas armas para integrantes de facção criminosa.

- Publicidade -

- Publicidade -

A Polícia informou ainda que nessas viagens os traficantes transportavam cerca de 10 fuzis e mais 15 pistolas. Em quatro anos, a polícia suspeita que a organização tenha movimentado em torno de R$ 2 milhões com a operação do esquema criminoso.


Leia também

Operação Balada: PF realiza ação para deter organização suspeita de fabricar 11 t de cocaína.


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais