Noticias

PCC planejava sequestrar e matar Sergio Moro; entenda

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (22) membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) que planejavam sequestrar e matar servidores públicos, entre eles o ex-juiz e atual Senador Sérgio Moro e o promotor de justiça Lincoln Gakiya, integrante do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de São Paulo (Gaeco).

sérgio moro
PF prende membros do PCC que planejaram sequestrar o senador Sérgio Moro

De acordo com a PF, a facção pretendia matar Sérgio Moro e outros servidores públicos

Por meio das redes sociais, o ministro da Justiça, Flávio Dino declarou sobre o caso:

“Foi investigado e identificado um plano de homicídios contra vários agentes públicos (dentre os quais um senador e um promotor de Justiça). Hoje a Polícia Federal está realizando prisões e buscas contra essa quadrilha. Meus cumprimentos às equipes da PF pelo importante trabalho.”

O Senador Federal, Sérgio Moro usou as redes sociais para falar sobre o caso e disse que fará um pronunciamento oficial na tribuna do Senado:

“Sobre os planos de retaliação do PCC contra minha pessoa, minha família e outros agentes públicos, farei um pronunciamento à tarde na tribuna do senado. Por ora, agradeço a PF, PM/PR, Polícias legislativas do Senado e da Câmara, PM/SP, MPE/SP, e aos seus dirigentes pelo apoio e trabalho realizado.”

De acordo com as investigações da PF, o sequestro e a morte de Moro e de outras autoridades seriam executados para obter dinheiro e conseguir o resgate de Marcola, o líder do PCC, que no início deste ano foi levado do Presídio Federal de Porto Velho (RO) para o de Brasília.

A operação foi realizada nesta quarta-feira (22), por cerca de 120 policiais que cumprem um total de 24 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão preventiva e quatro mandados de prisão temporária nos estados do Mato Grosso do Sul, Rondônia, São Paulo e Paraná.

Fonte: Metrópoles

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo