Noticias

Personal trainer é acusado de agredir amante na frente da namorada

Um personal trainer foi acusado de agredir a terapeuta Verônica Rodrigues, dentro de uma academina localizada no shopping RioSul, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. De acordo com os relatos da vítima, ela e o personal tiveram um breve romance, e que a agressão veio após ela descobrir que ele era comprometido.

“Eu vi um estalinho em uma menina que ele dizia que era aluna dele. E confrontei, mas ele falou que não tinha nada com ela, que não estava ficando com ninguém, para eu ficar tranquila, que ele estava gostando de mim, que me queria”

No entanto, a terapeuta afirma que decidiu confrontar a moça, que confirmou que o personal era seu namorado. Nesse momento, ele apareceu e começou a agredir a amante.

“Ela [namorada] ficou muito nervosa, me chamou para ir para fora da academia, e fomos na direção de uma cafeteria. Ele já veio com tudo, me xingando de tudo quanto é nome. Ele me pegou pelo cabelo, me deu um soco. Nisso eu só me defendi. Consegui sair, botar a mesa na minha frente, e saí correndo”

personal
Verônica Rodrigues e Rafael Bronx. Imagem: O Republicano

A prisão do Personal Trainer

O personal trainer Rafael Bronx foi preso em flagrante e levado para a 10ª Delegacia de Polícia, em Botafogo. O caso foi registrado como agressão, injúria e vias de fato.

Rafael foi liberado após o pagamento da fiança, e a Advogada de Verônica informou que irá pedir para que o inquérito seja transferido para a delegacia da mulher.

“Acredito que as mulheres vítimas de violência devem ser levadas a uma Deam e não para uma delegacia qualquer, para que elas possam ter um atendimento mais digno, para que elas tenham o tratamento que a lei confere a elas” Afirma a advogada.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo