- Publicidade -

PF acha 20,5 kg de maconha dentro de produtos enviados pelos Correios

- Publicidade -

A Policial Federal, em ação conjunta com o Grupo de Operações com Cães da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Receita Federal (RFB) e o Centro de Distribuição dos Correios (CDD), recolheu 17 embalagens de produtos, como travesseiros e lixeiras, dentro dos quais foram encontrados o total de 20 quilos e meio de maconha. Com o apoio de cães farejadores, a PF apreendeu as drogas que seguiriam da fronteira do Paraguai e para diversas capitais do país.

- Publicidade -

A força tarefa da PF realizou a ação no centro de distribuição dos Correios localizado em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. O estado fronteiriço com o Paraguai e Bolívia tem sido utilizado como rota por traficantes para distribuir pequenas quantidades de drogas a um custo baixo para capitais nacionais como Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

A PF afirma que realiza ações operações com auxílio do Setor de Coordenação de Segurança Corporativa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos constantemente. Em nota, representantes do Correios afirmaram o seguinte:

Quando algum objeto proibido e/ou ilícito é detectado, os Correios acionam os órgãos competentes. Muitas das operações policiais começam por apreensões realizadas pela fiscalização dos Correios. Por se tratar de assunto relacionado à segurança, os Correios não detalham informações das ocorrências, para não interferir em eventuais investigações.

- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

“Faraó dos bitcoins” é denunciado pelo Ministério Público Federal


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais