NoticiasDireito Penal

PF se aproxima de Bolsonaro: mensagens em celular provariam que ex-presidente sabia da venda de joias

O conjunto de joias femininas supostamente deveria estar voltado para a então primeira-dama Michelle Bolsonaro


Na presente semana, houve desenvolvimentos na investigação sobre os presentes oferecidos pela Arábia Saudita ao governo de Jair Bolsonaro. A análise inicial foi feita nos itens contidos na caixa de joias femininas, que foi apreendida no Aeroporto de Guarulhos. Essa caixa estava na bagagem de um membro da equipe do Ministério de Minas e Energia, que a transportava após uma viagem à Arábia Saudita.

Além das joias, também estava presente uma escultura de um cavalo confeccionada em liga metálica e folheada a ouro. O conjunto de joias femininas, que deu início à investigação e supostamente deveria estar voltado para a então primeira-dama Michelle Bolsonaro, é composto por diamantes de diversas formas e tamanhos, como baguetes, corações, redondos e gotas.

canalcienciascriminais.com.br pf se aproxima de bolsonaro mensagens em celular provariam que ex presidente sabia da venda de joias bolsonaro 1
Fonte: G1 – Globo.com

Leia mais:

Moraes autoriza quebra de sigilo bancário de Bolsonaro e Michelle a pedido da PF; entenda o caso

URGENTE: confissão de Mauro Cid vai apontar Bolsonaro como mandante no caso das joias, diz revista

Uma especialista em perícia criminal federal, Fernanda Claas Ronchi, atestou positivamente sobre a qualidade das joias. Contudo, a avaliação das joias não se baseia apenas na qualidade dos diamantes, mas também na quantidade. A investigação identificou a presença de 3.161 diamantes únicos no colar, cada um deles sendo avaliado individualmente.

A marca das joias, uma joalheria tradicional de alto luxo, também agrega valor às peças. Estima-se que o valor total dessas joias seja aproximadamente R$ 4,15 milhões. No processo da investigação, os celulares foram apreendidos e as quebras de sigilo bancário foram autorizadas. Além disso, há a possibilidade de um dos envolvidos prestar depoimento, o que poderia fornecer mais informações.

A Polícia Federal busca determinar quem ordenou a venda das joias nos Estados Unidos e quem recebeu os recursos. Uma fonte da PF revelou que foram encontradas mensagens no celular de Mauro Cid, que indicam que o ex-presidente Bolsonaro tinha conhecimento das tentativas de venda e resgate das joias. As análises das joias foram conduzidas por peritos dentro do complexo da Polícia Federal, em Brasília, no Instituto Nacional de Criminalística. Pelo menos quatro laboratórios estão envolvidos nesse processo. Além das joias femininas, a caixa também continha um relógio completamente adornado com diamantes, avaliado em R$ 1 milhão. Outros kits de presentes eram destinados a homens, compostos por itens como canetas, abotoaduras, anéis, rosários islâmicos e relógios.

O relógio Rolex foi entregue ao então presidente Jair Bolsonaro durante sua viagem à Arábia Saudita em 2019

Um dos relógios, da marca Choppard, era o item mais caro, custando R$ 695 mil. A caneta de ouro branco, adornada com 1.120 pequenos diamantes, tinha o valor de R$ 100 mil. O relógio Rolex, com 184 diamantes, foi parte do kit entregue ao então presidente Jair Bolsonaro durante sua viagem à Arábia Saudita em 2019. Antes de serem analisados ​​pela Polícia Federal, os kits foram desmembrados, e o relógio Rolex foi vendido por US$ 68 mil , juntamente com um Patek Philippe que está desaparecido e foi avaliado em US$ 75 mil.

canalcienciascriminais.com.br pf se aproxima de bolsonaro mensagens em celular provariam que ex presidente sabia da venda de joias bolsonaro
Fonte: Terra

A investigação ainda está em andamento, com informações potencialmente emergindo dos celulares, computadores e contas bancárias que tiveram seu sigilo quebrado por ordem judicial, incluindo as contas de Jair e Michelle Bolsonaro. As análises desses elementos ainda não foram concluídas. A defesa de Mauro Lourena Cid, pai do tenente-coronel Mauro Cid, não quis se manifestar.

O advogado de Jair Bolsonaro assumiu também a defesa de Michelle Bolsonaro, sem fazer declarações por enquanto. Os advogados do ex-ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmaram que já prestaram todos os esclarecimentos necessários à Receita Federal. O Fantástico tentou contato com Frederick Wassef, mas não teve retorno.

Fonte: G1

Daniele Kopp

Daniele Kopp é formada em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e Pós-graduada em Direito e Processo Penal pela mesma Universidade. Seu interesse e gosto pelo Direito Criminal vem desde o ingresso no curso de Direito. Por essa razão se especializou na área, através da Pós-Graduação e pesquisas na área das condenações pela Corte Interamericana de Direitos Humanos ao Sistema Carcerário Brasileiro, frente aos Direitos Humanos dos condenados. Atua como servidora na Defensoria Pública do RS.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo