Noticias

PF prende suspeito de liderar grupo antissemita

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (24) um líder de um grupo religioso radical por crime de racismo. A prisão se deu na operação Rófesh, e o mandado de prisão preventiva e busca e apreensão foi expedidos pela 8ª Vara Federal Criminal do RJ.

O líder religioso é acusado de ter gravado e difundido um culto em que ele teria dito que os judeus “deveriam ser envergonhados como foram na 2ª Guerra Mundial”.

Segundo a Polícia Federal, o órgão já havia feito busca e apreensão na residência do líder, mas, mesmo depois da ação policial, ele continuou proferindo ataques antissemitas.

O líder em questão foi o primeiro a ser condenado por intolerância religiosa no Brasil. E, de acordo com os autos do processo, ele pregava em blogs na internet a necessidade do fim da Igreja Assembleia de Deus e proferia ataques contra seguidores de outras religiões.

Leia também

Justiça nega prisão domiciliar, e idoso morre por complicações da Covid-19


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo