- Publicidade -

Polícia Civil prende advogada por furto e associação criminosa

Na última quinta-feira (29/04) foi deflagrada uma operação pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), no âmbito de uma investigação que apurava os crimes de furto e associação criminosa, envolvendo a subtração de joias estimadas em R$ 500 mil. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão e se chegou na prisão de três investigados, incluindo uma advogada de 45 anos.

- Publicidade -

Conforme consta no caderno investigativo, a advogada mantinha um relacionamento amoroso com um dos investigados. Assim, a mulher cedeu seu carro para os agentes da empreitada criminosa, bem como emprestou sua casa para que lá fossem escondidas as joias furtadas da vítima.

Durante as diligências realizadas pela PC, parte das joias foram encontradas nas residências de outras três pessoas investigadas, todas presos em flagrante pelo crime de associação criminosa. Na casa de um deles, inclusive, os agentes encontraram pedras de crack, motivo pelo qual essa pessoa também foi presa em flagrante também por tráfico de drogas.

O inquérito policial ainda não foi finalizado e os policiais buscam identificar quem seria o receptador das joias furtadas, bem como localizar os donos dos demais objetos apreendidos com os investigados, os quais podem ter ligações com outros furtos realizados na região.

A PC informou que, inicialmente, indiciará a advogada por furto e associação criminosa.

- Publicidade -

*Esta notícia não reflete, necessariamente, o posicionamento do Canal Ciências Criminais

Leia mais:

Entenda como identificar uma prisão ilegal e como agir diante disso


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais