- Publicidade -

Polícia Federal pede a prisão de Padre Robson, do Santuário Pai Eterno

- Publicidade -

O pedido de prisão do Padre Robson de Oliveira Pereira, do Santuário Pai Eterno, em Trindade (GO), foi enviado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pela Polícia Federal.

- Publicidade -

O caso foi recebido pelo ministro-relator Benedito Gonçalves, que ainda não decidiu se vai acolher o requerimento. O padre já não se encontra em Goiás desde quando a representação foi protocolada, sendo informação da Polícia Federal.

Cleber Lopes, advogado do presbítero, apresentou uma contra-representação no STJ questionando o pedido de prisão. Entretanto, ainda não fora impetrado habeas corpus preventivo para o religioso.

O padre, que é conhecido nacionalmente pelo trabalho no santuário, é suspeito de lavagem de dinheiro de doações, num esquema de centenas de milhões de reais e diversos envolvidos, e vem sendo investigado pelo Ministério Púbico há cerca de um ano.

- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

STJ: cabe ao júri decidir se o ciúme pode qualificar o crime de homicídio


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais