- Publicidade -

Polícia Federal prende brasileiro acusado de abusar de crianças nos EUA

- Publicidade -

Em uma operação conjunta, a Polícia Federal, a Polícia Civil do Espírito Santo e agência de investigação americana prenderam, na última sexta-feira (10), em Cariacica (ES) um brasileiro acusado de abusar e armazenar pornografia infantil, de crianças de 8 e 12 anos, nos Estados Unidos. Em entrevista à emissora americana, o homem negou a autoria do crime. 

- Publicidade -

Nos Estados Unidos, o suspeito foi formalmente acusado por abuso sexual de duas crianças supostamente ocorridos em maio deste ano. O acusado era parente das vítimas (primo dos pais das crianças) e morava na mesma casa da família delas, razão pela qual ele não teve o seu nome divulgado. 

Uma das meninas gravou um áudio de uma das vezes em que foi molestada e enviou a gravação para uma amiga, que mostrou para a mãe, que, por sua vez, avisou aos pais das crianças, que procuram a polícia.

O suspeito fugiu pela fronteira com o México assim que recebeu o mandado de prisão preventiva da justiça americana. 

Em seguida, a Representação Regional da Interpol da Polícia Federal recebeu informações sobre o caso da Agência de Investigações de Segurança Interna (Homeland Security Investigations) dos EUA em agosto deste ano. 

- Publicidade -

Comunicados sobre a possibilidade de o acusado ter ido para a casa de outros parentes no Espírito Santo, os agentes da PF se dirigiram ao local, onde realizaram a prisão do suspeito que, estava morando com a esposa e a filha nos fundos da casa.

A PF, em parceria com a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), realizou uma investigação conjunta, contando com as provas produzidas pela justiça americana. 

- Publicidade -

Além da instauração do inquérito, as diligências locais obtiveram mais provas, suficientes para fundamentar o pedido de prisão temporária aqui no Brasil. 

Segundo apuração dos agentes da PF havia indícios de uma possível nova fuga e, como destacou o superintendente da PF, Eugênio Ricas, por ser brasileiro nato, o acusado não será extraditado e o processo deverá tramitar no Brasil.

 

Leia também

- Publicidade -

Acusada de matar traficante com a ajuda do namorado vai a julgamento

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais