- Publicidade -

Polícia investiga ex-cantor de sertanejo por violência contra mulher

- Publicidade -

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) está investigando o ex-cantor de sertanejo Murilo Neves, por suspeita de ter agredido a esposa, a empresária Aline Ramos, 25 anos, dentro do carro. Ela relatou à polícia que houve “’tapa, soco, enforcamento” e que ele estaria bêbado. Em 2013, segundo a PCGO, o ex-cantor de sertanejo já foi investigado por violência doméstica, ameaça e lesão corporal contra a ex-mulher.

- Publicidade -

As agressões começaram na noite de sábado (02/10), depois uma reunião de família, quando a empresária se dirigiu ao carro do casal. Ela teria ficado insatisfeita com o marido que ficou bêbado. Segundo a empresária:

Eu estava me sentindo mal, porque ele estava bebendo, fumando, xingando e, por eu não gostar desse tipo de coisa, eu me afastei. Entrei para dentro do carro e fiquei lá. Parece que um dos primos dele instigou ele. Ele estava bêbado, com a cabeça fraca e acabou tomando essa atitude.

A empresária teve dentes fraturados e segue sendo medicada para tratar os hematomas. Ela destacou ainda que o trato violento não foi algo eventual, mas, no último episódio, a situação teria se escalonado:

Há uns 15 dias ele me ameaçou verbalmente, mas esse final de semana a agressão foi com tapas, socos, enforcamento. Ele me deu uma ‘gravata’ e foi quando eu fiquei mais próxima da buzina e buzinei. A pessoas ouviram, foram até o carro e me tiraram de lá.

- Publicidade -

- Publicidade -

 Leia também

“Faraó dos bitcoins” é denunciado pelo Ministério Público Federal


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais