ArtigosCrime e CríticaCriminologiaNoticias

Polícia investiga possível tentativa de roubo como causa de tiroteio fatal em festa de aniversário no Rio

Tiroteio em festa de aniversário no Rio deixa dois mortos e feridos

Um episódio trágico abalou a comunidade de Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na última tarde de sábado. Um ataque a tiros durante uma festa de aniversário, que, segundo a Polícia, iniciou com uma tentativa de assalto, resultou em dois mortos e três feridos, incluindo um policial militar em estado grave.

Informações preliminares da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) apontam que os fatos ocorreram após um dos convidados da festa sair para comprar gelo e bebidas. Ao retornar ao local do evento, foi abordado por criminosos, desencadeando o subsequente tiroteio.

Rio
Imagem: reprodução/ O Globo

LEIA MAIS:

Edu Guedes vai à justiça contra Alexandre Correa por acusações de difamação

Boneca do PCC presa por golpe do pix no DF

Detalhes sobre o ataque surpresa em festa de aniversario no Rio

Imagens captadas por câmeras de segurança revelam momentos críticos do ataque. A gravação mostra pessoas carregando compras para dentro do imóvel, seguidas por uma súbita correria, quando os disparos começaram. Infelizmente, o proprietário do veículo, logo após entrar no portão da residência, foi atingido e caiu ao lado da piscina.

Entre as vítimas fatais está Wilson Henrique Porto Espírito Santo, um dos convidados, e João Vitor Silva de Araujo, um dos agressores, que possuía registros criminais anteriores. Outras três pessoas foram feridas no incidente, com especial atenção a um policial militar, atualmente hospitalizado em estado crítico.

Investigação em andamento

No prosseguimento às investigações, o Núcleo Especial de Crimes Contra Agentes Públicos, vinculado à DHC, assumiu o caso. O foco das autoridades agora está na análise das imagens de câmeras de segurança e no depoimento de testemunhas, na tentativa de esclarecer completamente os eventos e capturar os responsáveis ainda foragidos.

Resposta das autoridades e atendimento médico

Em resposta ao ocorrido, a Polícia Militar confirmou a fuga de dois suspeitos envolvidos na tentativa de assalto. O Corpo de Bombeiros reportou ser acionado à cena do crime, no entanto, as vítimas já haviam sido encaminhadas ao Hospital Estadual Carlos Chagas, reconhecido ponto de atendimento à emergências na região.

Este trágico evento desperta preocupações sobre segurança em cerimônias festivas e a ação rápida das autoridades policiais e médicas em situações de emergência. A comunidade local e familiares das vítimas buscam agora conforto e justiça diante da terrível perda e das consequências do ataque.

Rio
Imagem: reprodução/ O Globo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo