NoticiasDireito Penal

Prédio do STF passa por perícia técnica após ataques de invasores

A PF (Polícia Federal) conduziu na manhã de ontem, 9 de janeiro, uma perícia no edifício-sede do STF (Supremo Tribunal Federal) em Brasília, para avaliar os estragos causados pelos ataques de domingo. 

O prédio seguirá interditado até a conclusão dos trabalhos. Segundo o STF, a PF já realizou a perícia da área externa, também com drones e de forma 3D. Nesta tarde, foram iniciados os trabalhos na área interna da sede da Corte.

Após ataques realizados no prédio do STF, PF realiza perícia técnica para verificar estragos

Em nota, o tribunal informou que uma granada encontrada no edifício-sede se tratava de um equipamento não letal, usado pela equipe de segurança da Corte. 

“Todo o prédio foi verificado e está em condições de segurança para os servidores.”

Os trabalhos da perícia verificaram os prejuízos causados à estrutura do prédio e contabilizaram danos à mobília e equipamentos do tribunal. Os dois anexos do tribunal não foram atingidos, de acordo com o tribunal, e seguem funcionando normalmente.

A presidente do Supremo, Ministra Rosa Weber, se encontrou no plenário da Primeira Turma, com o grupo de governadores convocados pelo Palácio do Planalto, para uma reunião de emergência. 

Os outros ministros do tribunal também participaram do encontro. Mais cedo, Rosa se encontrou com o ex- presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Palácio do Planalto. 

Fonte: Migalhas

Daniele Kopp

Daniele Kopp é formada em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e Pós-graduada em Direito e Processo Penal pela mesma Universidade. Seu interesse e gosto pelo Direito Criminal vem desde o ingresso no curso de Direito. Por essa razão se especializou na área, através da Pós-Graduação e pesquisas na área das condenações pela Corte Interamericana de Direitos Humanos ao Sistema Carcerário Brasileiro, frente aos Direitos Humanos dos condenados. Atua como servidora na Defensoria Pública do RS.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo