• 5 de agosto de 2020

Prepare-se: 2017 será um ano de muito trabalho para nós, criminalistas

 Prepare-se: 2017 será um ano de muito trabalho para nós, criminalistas

Prepare-se: 2017 será um ano de muito trabalho para nós, criminalistas

Mal começou o ano e já surgiram tantos assuntos em evidência sobre a criminalidade no país. Aliado ao desejo de escrever para os leitores do Canal Ciências Criminais, muitas opiniões e pensamentos atormentam minha cabeça principalmente sobre o que está acontecendo no sistema prisional brasileiro, mas deixarei este assunto para outras colunas no decorrer do ano.

Nesse momento, o mais importante é frisar àqueles que já são advogados criminalistas – e também àqueles estão se preparando para começar a atuação nessa profissão –, que o ano de 2017 será de muito trabalho, se realmente estivermos prontos para lidar com o atual momento.

Prepare-se: há fortes indicativos de que haverá um enrijecimento das leis penais, que culminarão cada vez mais em um número maior de prisões e de novos processos para a sociedade em geral. Soma-se a isso a possibilidade de uma tendência de mudança jurisprudencial nos tribunais superiores. Logo, haverá aumento de trabalho na sua cidade e no seu Estado de atuação;

Prepare-se: as condições econômicas dos seus futuros clientes não são as melhores, de acordo com a crise financeira que atravessa o país. Então, é a hora de você estar atento em como negociar valores para seus serviços em épocas como essa. É importante saber avaliar quais são os seus custos mínimos para defender um cliente em determinado processo e na cidade onde será executado o trabalho;

Prepare-se: a concorrência será muito forte. Há muitos profissionais competentes atuando. Então, busque um diferencial na sua forma de atuação para convencer seu futuro cliente;

Prepare-se: estabeleça boas parcerias de trabalho com colegas de outras áreas, para que haja indicações mútuas e saudáveis para ambas as partes. Todos devem sentir-se satisfeitos em momentos como o que estamos vivendo;

Prepare-se: tenha muito claro que em tempos de crise é que devemos ser criativos para fazer o nosso negócio se desenvolver mais. Assim, tenha muita garra, seja determinado em seus objetivos.

Finalizando, deixo o meu mais sincero desejo de muito trabalho e de sucesso a todos vocês que nos acompanham semanalmente.

Anderson Roza

Mestrando em Ciências Criminais. Advogado.