- Publicidade -

Preso miliciano acusado de roubar combustível e causar morte de menina

- Publicidade -

Um integrante da milícia de Duque de Caxias foi preso no último sábado (10/04) por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA). O homem é acusado de roubar combustível e, com isso, de causar a morte da menina Ana Cristina Pacheco, de 9 anos, que caiu em uma poça de gasolina quente formada por um duto da Transpetro perfurado após tentativa de roubo.

- Publicidade -

Acusado de roubar combustível

O crime aconteceu no ano de 2019, quando o duto foi perfurado durante uma tentativa de roubo, causando um vazamento de combustível de um oleoduto no bairro Parque Capivari, em Duque de Caxias. A gasolina jorrou em alta temperatura a uma altura de 10 metros, causando danos ao meio ambiente e fazendo com que as casas próximas fossem esvaziadas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado na ocasião e efetivou a retirada dos moradores de suas casas. A criança foi a única vítima fatal do crime, tendo 80% do corpo queimado e falecendo um mês após.

A mãe e o avô de Ana também foram apontados como participantes do crime, na função de olheiros, recebendo R$ 500 pela empreitada.

- Publicidade -

Já o suspeito, cujo nome não foi divulgado pela polícia, foi localizado após um trabalho de monitoramento e inteligência, em Cabo Frio, na Região dos Lagos. A polícia informou que trata-se de um investigado extremamente perigoso, com uma extensa lista de passagens criminais em casos de homicídio, formação de quadrilha e furto de combustível. 

- Publicidade -

*Esta notícia não reflete, necessariamente, o posicionamento do Canal Ciências Criminais

Leia mais:

Saiba como aumentar a chance de revogar uma prisão


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

- Publicidade -

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais