Noticias

Rita Lee e a prisão na ditadura durante sua primeira gravidez

Rita Lee: prisão e resistência durante a ditadura militar

Em setembro de 1976, a cantora Rita Lee vivenciou um período sombrio em sua vida. Condenada por suposto uso de drogas, a artista enfrentou a prisão e teve que lidar com a censura da ditadura militar, permanecendo como um símbolo de liberdade sexual feminina em uma era extremamente conservadora no Brasil.

rita
Rita Lee e a prisão na ditadura durante sua primeira gravidez 3

LEIA MAIS:

Maddie McCann: Irmã de Madeleine acende velas em memória à irmã desaparecida

O impacto do true crime na sociedade: a fascinação pelo macabro e sua influência na cultura pop

A cantora foi presa em sua casa na Vila Mariana, após a polícia afirmar ter encontrado 300 gramas de maconha e objetos associados ao consumo do entorpecente no local. Rita sempre alegou que a droga plantada pela polícia, pois havia parado de fumar devido à gravidez. Sem direito à defesa adequada, ela foi condenada a um ano de prisão domiciliar e pagamento de uma multa de 50 salários mínimos.

Apoio de Elis Regina e anos de reclusão

Durante o tempo em que esteve presa, Rita recebeu o apoio de diversas personalidades da música brasileira, como Elis Regina, que a visitou no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Posteriormente, a roqueira cumpriu sua sentença de prisão domiciliar na casa de seus pais e teve que se submeter a exames toxicológicos para realizar shows.

Mesmo durante o período de reclusão, Rita conseguiu compor novas músicas, algumas delas explicitamente inspiradas em sua experiência na prisão e como resistência a opressão. No entanto, várias dessas canções foram censuradas ou tiveram suas letras modificadas para atender aos critérios conservadores da época.

rita com o filho
Rita Lee e a prisão na ditadura durante sua primeira gravidez 4

Resistência e legado de Rita Lee

Rita Lee enfrentou os desafios de sua época com coragem, resiliência e talento, mostrando-se como uma verdadeira pioneira no universo da música brasileira. Ao longo de sua carreira, a artista abordou temas considerados tabus pela sociedade e enfrentou a censura da ditadura militar, questionando os valores conservadores e emitindo mensagens de liberdade e autenticidade.

Hoje, Rita Lee é considerada uma das artistas mais censuradas da ditadura e, apesar dos anos de perseguição e repressão, sua obra continua a ser uma inspiração para as novas gerações, como sinônimo de força, coragem e dedicação ao seu trabalho e às causas em que acreditava.

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo