NoticiasDireito Penal

Hediondo: professor acusado de abusar de crianças com deficiência é preso em BH

Os crimes aconteceram quando ele atuava como professor no Instituto São Rafael

Na quinta-feira, 24 de agosto, um professor que estava foragido da justiça desde 2020 foi capturado no bairro Jardim Felicidade, na parte norte de Belo Horizonte. Ele tinha sido condenado por ter cometido abusos sexuais contra três menores de idade com deficiência visual enquanto atuava como professor no Instituto São Rafael. Essa série de crimes veio à tona em 2016.

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, naquela época, o homem, para evitar ser encontrado, contava com a colaboração de Guilherme de Pádua, um ex-ator e ex-pastor da Igreja Batista da Lagoinha, que faleceu em 2023 devido a um uma parada cardíaca.

canalcienciascriminais.com.br hediondo professor acusado de abusar de criancas com deficiencia e preso em bh professor
Fonte: G1 – Globo

Leia mais:

Caso dos corintianos mortos em acidente: motorista do ônibus pode responder por homicídio; entenda

Elize Matsunaga ainda é motorista de aplicativo? Saiba por onde ela anda

Em 2020, o professor se tornou fugitivo da justiça e passou a ser procurado pela polícia

Em 2020, um novo mandado de prisão foi emitido contra ele, a partir desse ponto ele se tornou um fugitivo da justiça e passou a ser procurado pela polícia. No dia 24 de agosto, nesta quinta-feira, ele foi detido em sua residência durante a manhã. A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depcad) foi responsável por conduzir a operação, conduzindo o indivíduo ao sistema prisional.

A Polícia Civil comunicou que mais informações a respeito desse caso serão divulgadas durante uma entrevista coletiva para a imprensa, marcada para sexta-feira, 25 de agosto.

Fonte: O TEMPO

Daniele Kopp

Daniele Kopp é formada em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e Pós-graduada em Direito e Processo Penal pela mesma Universidade. Seu interesse e gosto pelo Direito Criminal vem desde o ingresso no curso de Direito. Por essa razão se especializou na área, através da Pós-Graduação e pesquisas na área das condenações pela Corte Interamericana de Direitos Humanos ao Sistema Carcerário Brasileiro, frente aos Direitos Humanos dos condenados. Atua como servidora na Defensoria Pública do RS.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo