ArtigosExecução Penal

Remição da pena por aprovação no Enem

remição da pena

Remição da pena por aprovação no Enem

A remição da pena é um abatimento na pena em razão do apenado ter realizado trabalho ou estudo. O art. 126 da LEP trata da remição tanto pelo trabalho como também pelo estudo.

A remição é fundamental para ressocialização do apenado. Estudando ou trabalhando, o preso, além de abater parte da pena, está desenvolvendo atividade que facilitará seu retorno à sociedade.

Infelizmente, o Estado ainda tem uma enorme dificuldade em oferecer trabalho e estudo ao preso, razão pela qual (e não a única) as facções estão cada vez mais se fortalecendo, captando esses presos que estão “desocupados”. É lamentável, pois diversas formas de incentivo deveriam ser estimuladas para manter o preso ativo visando à ressocialização, mas as ações nesse sentido ainda são tímidas.

Pois bem. A recomendação 44 do CNJ, art. 1º, IV, trata da remição da pena em razão da aprovação no Enem, no qual assegura que, quando o apenado obter aprovação, há uma remição de 100 dias. Ou seja, são 5 campos do conhecimento avaliado no Enem e cada um corresponde a 20 dias de remição em caso de aprovação.

Merece destaque a decisão proferida pelo Tribunal de justiça do Distrito Federal (processo nº 0007392-92.2018.8.07.0000), que menciona o fundamento desta remição. Ao analisarem o recurso, os desembargadores registraram que

ao se interpretar a remição pela leitura e/ou estudo sob a égide constitucional, vemos que tanto o princípio da dignidade da pessoa humana, bem como os objetivos fundamentais da Constituição Federal que é o de construir uma sociedade livre, justa e solidária e erradicar a pobreza e a marginalização (art. 3º I e III) alicerçam a compreensão no sentido da possibilidade de aplicação analógica in bonam partem do artigo 1º, IV, da recomendação 44/2013 do CNJ para as situações nas quais o reeducando por conta própria realiza estudos, durante o cumprimento da pena, notadamente se esse reeducado se submete a exame nacional e logra êxito.

Dessa forma, sempre que possível, deve o preso realizar este exame, pois, em caso de aprovação e consequentemente havendo o deferimento da remição pelo juiz da execução, serão descontados 100 dias da pena.


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

Continue lendo
ArtigosDireito Penal

Direito Penal não se aprende nos telejornais, muito menos com os "formadores de opinião" da Internet

Artigos

(In)aplicação da reincidência na substituição de PPL por PRD

ArtigosProcesso Penal

Ainda sobre a prisão após condenação em segunda instância

ArtigosCrime, Arte e Literatura

Os Miseráveis e o princípio da insignificância

Receba novidades em seu e-mail