Noticias

Sargento é condenado pela Justiça Militar por tráfico em avião da FAB

O juízo da 2ª Auditoria da 11ª Circunscrição Judiciária Militar da União condenou o sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues por tráfico de drogas, praticado durante um voo da comitiva presidencial.

Manoel Rodrigues foi preso no ano de 2019 em Sevilha, Espanha, portando 37 quilos de cocaína pura durante o voo presidencial para o país. Na denúncia apresentada, o Ministério Público alegou que se trata de crime militar por extensão, tendo em vista que o delito foi praticado por militar em situação de atividade contra a ordem administrativa militar, situação prevista no Código Penal Militar.

O juiz Frederico Magno de Melo afirmou que a autoria e a materialidade do crime militar estavam comprovadas, e o sargento foi então julgado pelos integrantes do Conselho Permanente de Justiça, presidido pelo juiz federal Frederico Melo e composto por um coronel e três capitães da Aeronáutica.

O sargento teve a pena fixada em 14 anos e seis meses de reclusão além do pagamento de 1,4 mil dias-multa, fixados em 1/30 do salário-mínimo.

Leia também

STJ arquiva inquéritos contra membros da Lava Jato


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo