- Publicidade -

Secretário de Goiás diz que Lázaro trocou tiros com a polícia e deve estar ferido

- Publicidade -

Lázaro Barbosa, suspeito de matar uma família inteira no Distrito Federal, após intenso esquema de busca, trocou tiros com a polícia e deve estar ferido, de acordo com declaração feita pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda.

- Publicidade -

Lázaro trocou tiros com a polícia

O suspeito é procurado em decorrência do homicídio de quatro pessoas, além de também recair sobre ele a prática de vários outros crimes. As buscas tiveram início no dia 09 de junho, após o início de investigações sobre homicídios em Ceilândia encontrarem digitais na chácara das vítimas.

Durante a quinta-feira (17/06), cerca de 200 policiais participaram da operação de busca de Lázaro, sendo que o secretário de segurança afirmou que um cão policial farejou o suspeito, encontrando um pano sujo de sangue, oportunidade em que Lázaro foi visualizado e perseguido.

De acordo com Miranda:

- Publicidade -

Hoje à tarde houve uma nova troca de tiros, aqui próximo. O nosso caso farejador farejou ele. Possivelmente, ele (Lázaro) está ferido. Achamos um pano ensanguentado. Ele pode ter ferimentos graves.

O secretário também declarou que:

- Publicidade -

Ele desceu e foi para a mata. A equipe de cães apoiados pelo Bope (Batalhão de Operações Especiais) no encalço, ele tentou acertar os cachorros, os policiais o instalado e revidaram, ele entrou numa vala, possivelmente na e a polícia perdeu o rastro dele ali.

As buscas continuarão na mata durante a noite, sendo que algumas equipes vão entrar com equipamentos de visão noturna, tendo em vista a dificuldade de localização do suspeito por meio da utilização de drones:

A probabilidade maior hoje é ele estar na mata, porque é o padrão dele, se esconder numa grota, por isso é tão difícil rastrear através de drones.

- Publicidade -

*Esta notícia não reflete, necessariamente, o posicionamento do Canal Ciências Criminais


Clique AQUI para experimentar o nosso banco de jurisprudência defensiva


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais