- Publicidade -

Segunda instância mantém condenação de Robinho por estupro

Segunda instância mantém condenação de Robinho por estupro

- Publicidade -

O jogador de futebol Robinho, condenado em primeira instância, na Itália, a uma pena de 9 (nove) anos, teve a sua condenação mantida em segunda instância, em julgamento realizado no dia 10 de dezembro.

Em resumo, Robinho é acusado de participar de um estupro coletivo, em 2013, quando era jogador do Milan.

Assim como no julgamento em primeira instância, Robinho não compareceu ao julgamento do recurso em segunda instância e pode permanecer em liberdade até ser julgado em última instância.

Leia mais:

- Publicidade -

STF: não cabe habeas corpus como sucedâneo de revisão criminal


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Então, siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais