Noticias

Entenda como um seriado de TV desvendou um assassinato e mudou desfecho de história

Ex-astro de futebol americano condenado após investigação de série true crime

Earl Joiner, ex-astro de futebol americano e ex-capitão do time universitário Florida Gators, foi condenado na última segunda-feira a 25 anos de prisão pelo assassinato de sua namorada, Heyzel Obando, com quem tinha dois filhos. O caso, ocorrido em 2016, ganhou notoriedade em 2019, quando a série Cold Justice, do gênero true crime, investigou o crime até então não solucionado.

A série Cold Justice acompanha duas mulheres que já trabalharam no ramo criminal, uma como promotora e a outra como detetive, e com o apoio dos órgãos policiais, mergulham em casos de homicídio que nunca foram resolvidos. Entre eles estava o assassinato de Heyzel Obando, morta com um tiro na têmpora em fevereiro de 2016.

LEIA MAIS:

Para STJ, ação penal e quantidade de drogas não afastam tráfico privilegiado

Documentário da Netflix traz detalhes do assassinato brutal de soldada que expôs violência sexual nas Forças Armadas dos EUA

O que levou à condenação de Earl Joiner?

Earl Joiner foi considerado um suspeito em potencial desde o início da investigação, devido à sua atitude durante a chamada para o número de emergência e o excessivamente educado com os oficiais que foram ao local, causando estranhamento. Além disso, a ficha criminal de Joiner mostra duas denúncias anteriores de violência doméstica contra Heyzel Obando.

Com o tempo e o orçamento para revisitar o caso com calma, as investigadoras do Cold Justice reexaminaram as evidências e refizeram entrevistas com testemunhas da época, além de falarem com pessoas que não haviam dado seus depoimentos na apuração original. O material reunido foi fundamental para a prisão e posterior condenação de Joiner.

Earl Joiner
Entenda como um seriado de TV desvendou um assassinato e mudou desfecho de história 3

Como a série Cold Justice ajudou no caso?

A parceria com o Cold Justice permitiu uma investigação mais aprofundada e detalhada do caso. As testemunhas com quem a produção conversou confirmaram a natureza violenta do relacionamento entre Earl Joiner e Heyzel Obando. Uma nova análise da cena do crime com o auxílio de especialistas forenses mostrou que o autor do homicídio provavelmente não era um invasor, e sim alguém que a vítima conhecia, dado que não havia sinais decisivos de entrada forçada na residência.

Além disso, a autópsia de Obando, consultada pelos analistas contratados pela Cold Justice, sugeriu que a vítima já estava morta há um dia ou mais quando a polícia chegou ao local. Isso era tempo suficiente para que Earl Joiner tivesse cometido o assassinato e tido seu passeio com os filhos para disfarçar o ocorrido. A possível motivação foi um gasto excessivo de dinheiro em uma casa de strip-tease, que poderia ter levado a uma discussão com Obando, culminando em sua morte.

Cold Justice
Entenda como um seriado de TV desvendou um assassinato e mudou desfecho de história 4

A importância das séries true crime na solução de casos

A investigação e a conclusão alcançada pelo Cold Justice em 2019 acabou sendo fundamental para a condenação de Earl Joiner pela justiça dos EUA no início da última semana. O caso ilustra a importância das séries de true crime na resolução de casos não solucionados e na busca por justiça às vítimas e seus familiares.

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo