- Publicidade -

Suspeitos que vendiam carne de cavalo para hambúrguer são presos

- Publicidade -

Seis pessoas foram presas, em uma operação conduzida pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, por vender carne de cavalos abatidos clandestinamente. O grupo estava sendo investigado há 2 meses, segundo o Ministério Publico do Rio Grande do Sul, após uma denúncia feita apela inspetoria de Defesa Agropecuária de Caxias do Sul.

- Publicidade -

Foi relatado pelo órgão ao MPRS a existência e um abate clandestino de cavalos, com posterior trituração da carne para venda em restaurantes, em Caxias do Sul (RS) e região. Os suspeitos também utilizavam dos restos de comidas dos restaurantes para alimentar os animais.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) interceptou ligações telefônicas e periciou a carne vendida aos restaurantes. As análises feitas encontraram DNA de cavalos em hambúrgueres e bifes, além de carnes de peru e suínos.

O grupo não possuía autorização para o abate e comercialização de nenhum tipo de carne, segundo o Ministério Público, e o local onde era realizado o processamento apresentava péssimas condições de higiene e sanitização.

Foi apontado também o uso de carnes estragadas, que eram lavadas para ser feita a retirada do odor e misturadas as demais na confecção dos hambúrgueres. As escutas também apontam que alguns dos animais do abate eram fornecidos por carroceiros, que furtavam os animais entre si, a fim de fornecer para o grupo criminoso.

- Publicidade -

- Publicidade -

Quinze mandados de busca e apreensão foram cumpridos, juntamente com a prisão das seis pessoas. Houve também quebra de sigilo de dados de aparelhos apreendidos, interceptação telefônicas e quebra de sigilo bancário e fiscal dos envolvidos.

Leia também

STJ: a tese da invasão de domicílio deve ser aferida no exame de mérito


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

- Publicidade -

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais