• 13 de dezembro de 2019

A atuação do advogado criminalista diante de provas ilícitas

A atuação do advogado criminalista diante de provas ilícitas A nossa conversa de hoje será sobre a atuação do Advogado Criminalista nos casos em que há o desencadeamento da persecução penal através de provas ilícitas, consoante dispõe o artigo 157 do Código de Processo Penal.  Em recente publicação do Canal Ciências Criminais, decidi fazer uma […]Leia Mais

4 dicas essenciais para atuar em audiências criminais

4 dicas essenciais para atuar em audiências criminais Talvez a audiência seja o ato processual que mais coloque frio na barriga do Advogado. É claro que com o passar do tempo você vai se acostumando com a sistemática processual e, aos poucos, esse frio da barriga acaba sendo atenuado, mas nunca eliminado. Esse sentimento é […]Leia Mais

Advogados são profissionais da Justiça mais bem avaliados por brasileiros, revela estudo

Advogados são profissionais da Justiça mais bem avaliados por brasileiros, revela estudo Um estudo elaborado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) revelou que os advogados são os profissionais do sistema de justiça mais bem avaliados pelos brasileiros. A atuação dos advogados é considerada boa ou ótima por 45% das pessoas. O documento, intitulado “Estudo da imagem […]Leia Mais

Investigação defensiva e os (novos) paradigmas do processo penal

Investigação defensiva e os (novos) paradigmas do processo penal Por Marion Bach e Isabela Stoco O Inquérito Policial foi (e, infelizmente, para muitos, ainda é) visto como mera peça administrativa e informativa, cujo objetivo precípuo é a formação da opinio delicti pelo parquet, possuindo, portanto, caráter eminentemente inquisitivo. Como consequência, por muito tempo e de […]Leia Mais

O Advogado Criminalista é a última esperança do acusado

O Advogado Criminalista é a última esperança do acusado Por Christopher França e Leonardo Nolasco Na trincheira entre a liberdade e às arbitrariedades do sistema penal, eis que surge a luz no final do túnel. Eis a última esperança do acusado, vezes culpado, vezes injustiçado: o Advogado Criminalista. A este é incumbida a missão de […]Leia Mais

A arte de praticar a empatia na arena dos argumentos

A arte de praticar a empatia na arena dos argumentos Já diria Luis Nassif: “de fato o júri é teatro” – expondo como tornou-se consueto comparar uma obra cinematográfica a um Tribunal de Júri. Todavia, não estava errado, porquanto não deixa de ser. Bravos gladiadores travam batalhas nas arenas dos fóruns, que ora comparo a […]Leia Mais

O que é uma tese defensiva fraca e por que devemos alegá-la?

O que é uma tese defensiva fraca e por que devemos alegá-la? Tese defensiva fraca é aquela aceita apenas pela doutrina – ou por parte dela –, sem amparo na jurisprudência. Se a tese tiver suporte doutrinário, mas não for acolhida pelos Tribunais que estiverem na linha de julgamento, o trabalho da defesa será muito […]Leia Mais

Nós, os jovens tribunos, vistos por eles, os jurados

Nós, os jovens tribunos, vistos por eles, os jurados Excelentíssimos leitores do Canal Ciências Criminais, é com subida honra que esse modesto operador do direito vem ao presente site escrever para Vossas Excelências. Recebam a saudação deste JOVEM ADVOGADO. O ano era 2013, estava no 3º semestre da faculdade, fazia estágio no escritório do meu […]Leia Mais

7 erros que cometi no início da Advocacia

7 erros que cometi no início da Advocacia Antes que surja a dúvida, não há relação entre este texto e o jogo dos 7 erros. Apenas cataloguei os erros que cometi no início da Advocacia e, quando fiz a contagem, cheguei ao resultado de 7 erros. Na realidade, não necessariamente foram 7. Há outros que […]Leia Mais