• 11 de dezembro de 2019

Queimando as nulidades na fogueira da Inquisição

"O ordenamento jurídico brasileiro também não está livre de dogmas e verdades absolutas, as quais ninguém se atreve a discutir, se não aceitar. A impressão é de que algumas 'verdades' possuem alicerces tão profundos que ninguém mais os enxerga, nem tampouco se põe a cavar para verificar sua correção..."Leia Mais