• 13 de dezembro de 2019

Divulgação de figurinhas com piadas sobre negros no WhatsApp preocupa MPDFT

Divulgação de figurinhas com piadas sobre negros no WhatsApp preocupa MPDFT Uma série de figurinhas racistas chegou ao conhecimento do Núcleo de Enfrentamento à Discriminação (NED), do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), de maneira informal nos últimos dias. O Núcleo teve acesso a uma série de-stickers, por meio de servidores que questionaram […]Leia Mais

Fake news e pornografia da vingança: entrevista com Luiz Augusto Filizzola D’Urso

Fake news e pornografia da vingança: entrevista com Luiz Augusto Filizzola D’Urso A equipe de redação do Canal Ciências Criminais recebe hoje o advogado especialista em cibercrimes Luiz Augusto Filizolla D’Urso. Na entrevista, o entrevistado aborda o cenário de fake news no Brasil e esclarece dúvidas relacionadas ao tema. Ainda na conversa, Luiz Augusto aborda […]Leia Mais

6 dicas para não cometer crimes pelo WhatsApp

6 dicas para não cometer crimes pelo WhatsApp Um dos mais populares aplicativos do Brasil, o WhatsApp integrou o celular à comunicação via internet de forma gratuita. No entanto, a possibilidade de criação de grupos fechados, associado ao uso inadequado, faz com que muitos cometam crimes via esse aplicativo, compartilhando conteúdo ilegal! É… os tempos […]Leia Mais

STJ: é ilegal a obtenção de conversas do WhatsApp sem a devida autorização judicial

STJ: é ilegal a obtenção de conversas do WhatsApp sem a devida autorização judicial A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) recentemente decidiu que, por se encontrar em situação similar às conversas mantidas por e-mail, cujo acesso exige prévia ordem judicial, a obtenção de conversas mantidas pelo programa WhatsApp, sem a devida autorização […]Leia Mais

O tratamento jurídico das mensagens do WhatsApp em sede penal

O tratamento jurídico das mensagens do WhatsApp em sede penal Vivemos em uma sociedade cada mais tecnológica e conectada, diariamente somos surpreendidos por ferramentas digitais que facilitam nossas atividades cotidianas, ou mesmo criam necessidades que nem sabíamos que um dia pudéssemos ter. As atividades que hoje desempenhamos são muito diferentes daquelas praticadas alguns anos atrás. […]Leia Mais