Noticias

Disputa entre PCC e CV pelo centro-oeste está mais acirrada após morte de traficante, diz Abin

CV e PCC intensificam disputa após morte de traficante “Zóio Verde”

O criminoso “Zóio Verde”, considerado o principal traficante de Goiás atuava de maneira independente e sem vínculos com qualquer das duas facções.

Uma investigação conduzida pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) destaca o acirramento da rivalidade entre as organizações criminosas Comando Vermelho (CV) e Primeiro Comando da Capital (PCC) após a morte do traficante Marcelo Gomes de Oliveira, conhecido como “Zóio Verde”. 

Leia mais:

Comando Vermelho: Marcinho VP lança livro sobre cumprimento de pena

STF bate o martelo e consegue maioria para condenar mais oito réus pelo 8 de janeiro

canalcienciascriminais.com.br disputa entre pcc e cv pelo centro oeste esta mais acirrada apos morte de traficante diz abin traficante pcc
Foto: Reuters

Conflitos na região Centro-Oeste

Conforme informações da Abin, o desaparecimento de “Zóio Verde” abriu caminho para que o Comando Vermelho, originário do Rio de Janeiro, e o Primeiro Comando da Capital, oriundo de São Paulo, passassem a competir pelo controle de territórios na região Centro-Oeste do Brasil. A agência enfatiza a relevância estratégica de Goiás no tráfico de drogas devido à sua localização geográfica, que o conecta a diversos estados das regiões Centro-Oeste, Norte, Sudeste e Nordeste.

A execução de “Zóio Verde” e o mapa do tráfico no Brasil

A morte do traficante ocorreu em 2017, quando ele foi executado em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, após uma perseguição de carro

 O Brasil enfrenta a presença de 53 facções criminosas em atividade, com pelo menos uma delas operando em cada estado e no Distrito Federal. Organizações como o PCC e o CV disputam o domínio de territórios e mantêm influência nacional.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo