Noticias

Rede de tráfico de cocaína entre Brasil, França e Portugal é desbaratada; veja como

Tráfico: Três detidos na França e cidadãos portugueses aguardam extradição

Na última segunda-feira (18), três indivíduos foram detidos em prisão provisória na França, enquanto três cidadãos portugueses, apreendidos em Lisboa, aguardam ser entregues à Justiça francesa. Este desdobramento ocorre no contexto de uma investigação sobre tráfico internacional de cocaína originária do Brasil, conforme revelado por fonte judicial na terça-feira (19).

Origem da investigação e descoberta de carga ilícita

A investigação teve início em 26 de maio de 2022, em La Rochelle, na costa atlântica francesa. A alfândega descobriu três fardos contendo 124,28 kg de cocaína em um tanque de água do navio Great Sea, de bandeira liberiana, que transportava celulose do Brasil. 

Leia Mais:

Seis pessoas são indiciadas por sequestro no caso Marcelinho Carioca; entenda consequências

Pai e filho são alvo da PF por manter idoso em trabalho escravo por 15 anos

Philippe Astruc, procurador da República de Rennes, responsável pela jurisdição inter-regional especializada (Jirs), divulgou que essa descoberta desencadeou a investigação.

Logística internacional e rota da droga

Tráfico França Portugal
Foto: Sebastien Salom-Gomis

A investigação sobre o tráfico revelou a chegada de dois outros navios do Brasil ao porto de La Rochelle antes do Great Sea. Essas embarcações também transportavam cocaína, e a gestão logística abrangia níveis europeus, alimentando os canais de distribuição na França e Portugal. 

As mercadorias apreendidas tinham como destino abastecer o mercado francês.

Resultados das investigações 

Em 12 de dezembro, seis pessoas foram interrogadas, duas em Marselha, uma em Nice e três em Lisboa. Um suspeito de Marselha, já detido por outros crimes, foi intimado pelo juiz de instrução. Buscas realizadas em uma residência em Marselha resultaram na apreensão de relógios, carros de luxo e munições para armas de categorias B e C. Em Lisboa, uma mansão atribuída ao líder da gangue continha 125 mil euros em espécie, além de um carro de luxo e um barco.

Situação legal dos envolvidos

Os quatro indivíduos detidos na França, todos franceses com idades entre 20 e 42 anos, viram dois deles serem colocados em prisão provisória. 

O terceiro solicitou tempo adicional para preparar sua defesa e foi colocado em prisão preventiva, aguardando uma audiência marcada para a próxima quinta-feira. Mandados de prisão europeus foram emitidos para três cidadãos portugueses, homens entre 45 e 65 anos, que aguardam a extradição para o juiz de instrução francês.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo