- Publicidade -

Tribunal do Júri condena pai que assassinou filho em Manaus

- Publicidade -

Na última quinta-feira, dia 15 de julho, a 3ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus (TJAM) julgou a ação penal cujo réu é Rogério Alexandrino dos Santos, acusado de matar o filho de sete anos em 2019.

- Publicidade -

O réu foi considerado culpado pelo Conselho de Sentença do Tribunal Júri, que acatou as qualificadoras previstas no Código Penal e o condenou a pena total de 29 anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado.

O réu está preso desde junho de 2019, pois teve a prisão preventiva decretada pela Justiça do Amazonas. O período de prisão preventiva do réu será abatido da pena aplicada pelo magistrado – o juiz de direito Rosberg de Souza Crozara – que presidiu o júri que a decretou.

Rogério foi denunciado pelo Ministério Público do Amazonas (MPE/AM) pelo crime de homicídio qualificado, tendo sido considerado o cometimento de abuso de poder contra a criança e a ocultação de cadáver.

O réu foi assistido pela Defensoria Pública do Amazonas em sua defesa.

- Publicidade -

Relato do caso

Atenção! Os próximos parágrafos contêm relatos de atos de violência.  

De acordo com o inquérito policial acostado aos autos, o crime ocorreu no dia 12 de junho de 2019, por volta das 19h30, na rua São Pedro, bairro Jorge Teixeira, em Manaus.

- Publicidade -

Rogério levou o filho para um imóvel próximo à residência onde moravam e, quando se encontrou sozinho com a vítima, efetuou vários golpes na criança com o pedaço de madeira. Em seguida, conforme o inquérito, enterrou o corpo do menino no local.

De acordo com informações do inquérito, a avó da criança questionou Rogério diversas vezes sobre o paradeiro da criança, mas ele não lhe dava qualquer informação.

- Publicidade -

Diante disso, a avó procurou um amigo, para quem Rogério acabou confessando o crime, alegando que havia muita confusão na família.

A polícia foi acionada e se dirigiu à residência do acusado, que confessou ter matado o filho e o enterrado o corpo no mesmo local do crime.

Leia também

Acusado de integrar Comando Vermelho no Acre tem liberdade negada


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

- Publicidade -

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais