Uma noite na vida de um advogado criminalista

Por Anderson Figueira da Roza

Há uns meses escrevi como era um dia na vida de um advogado criminalista e agora chegou o momento de demonstrar como são as noites dos advogados criminalistas.

Calma, não pensem que todas as noites são tensas, não são. Mas sabe aquele encontro de velhos amigos ou colegas de faculdade numa noite agradável? Ou quem sabe aquele evento programado no início de um relacionamento? Pois é, para os advogados criminalistas realmente comprometidos com a carreira não é incomum que esses e outros episódios tão agradáveis para as pessoas normais sejam interrompidos ou até mesmo abortados.

Uma noite de trabalho para um advogado criminalista começa sempre do mesmo jeito: primeiro toca o seu telefone, é algum familiar ou amigo da pessoa que está sendo presa, que narra rapidamente o que acaba de acontecer, negociam-se os honorários e se coloca um terno e gravata (importante ter essa vestimenta em condições no porta-malas do carro) e seguir o caminho para a delegacia onde será lavrado o flagrante e tomar conhecimento da realidade, passar as primeiras orientações ao acusado, acompanhar o interrogatório do mesmo, e quando os policiais encerram este trabalho, você ainda tem que escrever um pedido de liberdade, normalmente é início da madrugada nessa parte.

É importante que você seja bem educado e tenha um bom relacionamento com os policiais, pois muitas vezes isto lhe possibilita escrever o pedido de liberdade na própria delegacia, o que evita do advogado ter de ir ao seu escritório ou até mesmo para casa preparar e imprimir essa petição. Se feito tudo isso na delegacia, os próprios policiais podem levar sua peça junto com a documentação preparada pela delegacia. Caso contrário, o advogado vai ter que se dirigir ao plantão judiciário e aguardar a chegada do auto de prisão em flagrante para protocolar o petitório para que a prisão não seja convertida em preventiva sem sua manifestação.

Certamente este momento é o meio da madrugada, e agora resta aguardar a manifestação do Ministério Público e em seguida o juiz plantonista vai decidir o futuro do acusado. Normalmente esta decisão sai perto do amanhecer.

E você ainda não dormiu e o dia já está começando, e agora em algumas capitais do Brasil temos a audiência de custódia programada para esse mesmo dia, e você tinha alguns compromissos para este dia, é hora de reagendar tudo de novo, e aquele lazer ou compromisso que ficou para trás, bem, é importante você deixar claro para seus amigos e conhecidos ou parceiros afetivos que você é advogado criminalista 24h por dia, isso vai te garantir que as pessoas saibam que, gostando de você, terão que eventualmente não desfrutar de momentos de lazer contigo.

Novos horizontes no mundo digital com os processos eletrônicos fazem com que estes espaços de tempo que parecem curtos se reduzam, diante da possibilidade de o advogado realizar esta etapa de preparar e protocolar uma petição diretamente na sua casa.

Mas nem todas as comarcas do Brasil estão operando com o processo eletrônico. Logo, por um bom tempo, os advogados criminalistas terão várias noites assim na sua vida. E podem acreditar, estas noites sempre são emocionantes, e quando o resultado é pela soltura do acusado, o seu sono será profundo e merecido.

Só quem viveu isso, entende.

AndersonFigueira

Comentários
Carregando...