Noticias

Vaza áudio da filha de Mauro Cid defendendo intervenção militar para manter Bolsonaro no poder

Áudio revela conversa de filha de Mauro Cid defendendo intervenção para manter Bolsonaro no poder

Nos recentes acontecimentos políticos, uma gravação de áudio obtida por uma coluna do portal Metrópoles revela a conversa de uma das filhas de Mauro Cid, na qual ela defende uma intervenção, com militares nas ruas, para manter o ex-presidente Bolsonaro no poder. A conversa ocorrida foi em novembro passado, poucos meses após a vitória de Lula nas eleições.

De acordo com a coluna de Paulo Cappeli, a jovem se engaja numa conversa em que discute potenciais cenários para evitar a posse de Lula. Ela sugere inicialmente a possibilidade de Bolsonaro possuir alguma “carta na manga”, mas logo após admite que a única alternativa viável seria uma “intervenção federal”.

canalcienciascriminais.com.br gravacao vaza filha de mauro cid defende intervencao militar para bolsonaro permanecer no poder image
Imagem: GZH

Leia Mais:

Zeca Dirceu protocola representação criminal contra deputado por fake news sobre tragédia

Fake News: MPF condena Damares e União em R$ 5 milhões por propagação de informações falsas

Entenda o significado de “intervenção federal” abordado pela filha de Mauro Cid

Num contexto político, “intervenção federal” refere-se a uma situação na qual o governo central assume o controle direto sobre uma unidade federativa, como um estado ou município. No caso da filha de Cid, tal intervenção contemplaria a expectativa de manter Bolsonaro no comando do país, supostamente com a ajuda dos militares “tomando as ruas”, mas sem assumir o governo diretamente.

O que é o Artigo 142?

Na mesma conversa de áudio, a filha de Mauro Cid cita o “artigo 142”, que é frequentemente referido em discussões sobre intervenções militares. Contudo, ela afirma que o artigo não atenderia à necessidade formal para manter Bolsonaro no poder. Vale lembrar que o artigo 142, da Constituição Federal, estabelece o papel das Forças Armadas brasileiras, que são instituições nacionais permanentes e regulares, mas não prevê a possibilidade de uma intervenção militar.

Além disso, em outra gravação enviada na mesma ocasião, ela quase revelou que seu pai era auxiliar de ordens do então presidente Bolsonaro, afirmando conhecer uma pessoa “muito próxima” do ex-presidente.

Repercussões políticas e sociais

A revelação deste áudio da filha de Mauro Cid tem potencial para causar repercussão significativa no cenário político, dadas as implicações de tal proposta de intervenção federal. Ressalta-se a importância do respeito à Constituição e às instituições democráticas, que garantem a alternância de poder de forma pacífica e ordenada em qualquer situação política.

Fonte: Terra Brasil Notícias

Redação

O Canal Ciências Criminais é um portal jurídico de notícias e artigos voltados à esfera criminal, destinado a promover a atualização do saber aos estudantes de direito, juristas e atores judiciários.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo