ArtigosPolítica Criminal

Violência no Brasil: relatórios

violência

Violência no Brasil: relatórios

Neste mês de agosto recebemos ao menos dois importantes índices ou estudos sobre violência no Brasil: o do IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, em conjunto com o FBSP – Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e o da ONU (OMS – Organização Mundial da Saúde).

O “Atlas da Violência” do IPEA (que pode ser acessado aqui) é categórico no recorte temporal dos últimos 20 (vinte) anos quanto ao crescimento contumaz do número de homicídios: de menos de 40 mil para mais de 62 mil. Recorto aqui o gráfico-resumo.

violência 01

Já os dados da ONU (que podem ser acessados aqui) demonstram o Brasil em comparação com outros países do mundo. Na América Latina, figura entre Haiti, Bahamas e República Dominicana (após essas) e Trinidad e Tobago, Jamaica e Guatemala (antes dessas). O índice médio é de 30,5 homicídios por 100.000 pessoas, no ano 2015.

violência 02

Também nesse mês a mídia nacional acirrou o noticiário de feminicídios ou violência contra mulheres.

Esse aspecto midiático é conturbado. Nossos feeds de notícias certamente se amoldam às nossas pesquisas, e uma única pesquisa de notícia de crime talvez mais polêmico ou notório tem possibilidade de conduzir os algoritmos a uma órbita de crimes semelhantes, e por essa razão a pesquisa de um feminicídio é capaz de atrair outras inúmeras ocorrências.

Não só isso: há que se distinguir o noticiário dentre o jornalismo profissional “oficial” (jornais de grande circulação ou consagrados portais de notícias) daquele “jornalismo” ocasional promovido por blogs, correntes, grupos, redes sociais, fake news etc. Pois, seja como for, a “notícia” será acessível… e será lida. Eventualmente, será absorvida, (a)creditada, compartilhada.

No fundo disso tudo – entre os índices estatísticos de órgãos governamentais e acadêmicos, e o jornalismo com ou sem credibilidade – há uma banalidade do mal sendo executada e passivamente [pelo senso comum] observada.

Ainda não podemos prever o futuro a respeito da violência urbana no Brasil, seja quem for eleito(a) à Presidência da República e aos Governos de Estados.

Autor

Doutor em Direito. Professor. Advogado.
Continue lendo
ArtigosDireito Constitucional

Habeas corpus de Temer ficou para semana que vem

ArtigosCriminal Profiling

Controvérsias no perfil do assassino em massa

ArtigosTribunal do Júri

3 dicas rápidas para seu primeiro júri

ArtigosDireito Penal

Concurso material ou concurso formal de crimes?

Receba novidades em seu e-mail